Como planejar conteúdo de cursos EaD?

Escrito por: Agência Estúdio Site Ltda e liberado no dia: 11/10/2016 - 10:10:33 | Categoria: Educação a Distância

Saiba mais sobre EAD: Canal do Youtube Fanpage Twitter

Como planejar conteúdo de cursos EaD?

Receba as melhores dicas, tutoriais, acesso a lives sobre cursos online todos os dias, de graça, no seu celular.

Inscrever-me Gratuitamente!

A Educação a Distância – ou EaD – consiste na metodologia de ensino-aprendizagem que utiliza os meios de comunicação e tecnológicos para a transmissão de conhecimento. Tem conquistado muitos adeptos devido à comodidade e flexibilidade de espaço e tempo, que garante conhecimento a quem busca se capacitar, se atualizar e até mesmo obter uma formação. Apesar dos benefícios que a EaD promove, para haver aproveitamento do conteúdo, é necessário cuidados na elaboração do mesmo para que, sem a presença de professor, o aluno possa garantir o objetivo do curso. Portanto, a estrutura e os recursos dos conteúdos são de suma importância para a eficácia da proposta do trabalho.

O ambiente de e-learning

A plataforma Moodle é utilizada para a veiculação de cursos online com recursos como aulas de disciplinas, grupo de trabalho e comunidades de aprendizagem. O sistema permite que os cursos online adquiram um perfil bilateral com troca entre alunos e tutores onde a possibilidade de aprendizagem se estenda por meio da indicação de outros recursos como vídeos, sites, livros e a chance de interlocução entre os participantes, construindo uma plataforma colaborativa de aprendizagem. Todos esses recursos devem ser explorados pelo professor que constrói o material didático com o objetivo de promover a interação e o estímulo do aluno no ambiente virtual. Apesar de a plataforma somar benefícios à educação, ampliando o acesso das pessoas ao conhecimento, para que sua proposta de curso seja bem feita, a estrutura do material e a abordagem bem elaborada tornam-se essenciais.

Estrutura do material didático

Para o professor que elabora o conteúdo para os espaços e-learning, apesar de contar com uma gama de recursos que enaltece o trabalho, um dos desafios é atender a perfis de alunos distintos com uma base de conhecimento que no primeiro momento não se tem como avaliar. Portanto, a estruturação dos conteúdos é bastante importante. Aqui, deve-se ter atenção ao outro, ao aluno frente ao computador, smartphone ou tablet que investe no ambiente digital para adquirir conhecimento. O professor tem de compreender que esses alunos competem atenção com o ambiente, as mensagens de redes sociais na tela e a própria condição humana que tende privilegiar o entretenimento ao conhecimento. Para isso, algumas observações podem ser eficazes como o padrão hierárquico das informações, ou seja, a abordagem de conceitos mais simples que, gradualmente,  são aprofundando. O professor conteudista deve ter clareza quanto às etapas de aprendizagem sabendo quais conceitos são fundamentais à assimilação para o progresso no aluno. Os capítulos devem ser intercalados por questionários para que possibilitem a verificação do conteúdo dado e, caso necessário, a adequação do material à realidade da turma.

Utilizando os recursos com eficiência

Uma das questões cruciais na elaboração do conteúdo é a linguagem. Ela deve ser simples e fugir do rebuscamento linguístico. Assim como termos técnicos não devem deixar de ser esclarecidos, garantindo a assimilação de todos. Para explicação de termos técnicos, o tutor pode utilizar o recurso ‘Comentário’ no Power Point que não interfere na leitura e compreensão e serve de apoio para quem tiver dúvida. Os recursos (vídeos, sites e indicação de leitura) devem ser inseridos no material didático de forma inteligente, com moderação e com o objetivo de motivar os alunos e aprofundar o conhecimento. A apresentação do conteúdo também requer atenção especial. Sem a presença de um professor, os alunos do ambiente virtual necessitam de materiais didáticos verdadeiramente didáticos, ou seja, autoexplicativos. Isso significa utilizar imagens, infográficos, cores e destaques para que o conteúdo se torne assimilável. A contextualização das informações é fundamental. Além de enriquecer o material, se torna imprescindível no processo de ensino-aprendizagem. O Moodle gera ao professor relatórios que permitem o acompanhamento dos alunos, mas o professor/tutor não deve abrir mão da atenção dedicada. Muitos necessitam de uma atenção especial para manifestar suas dificuldades e/ou satisfação. Além disso, um mestre deve ser sempre um mestre, atento à orientação dos alunos ao aprendizado. Se este artigo te ajudou, deixe um comentário e não esqueça de seguir nosso blog para receber dicas importantes de atuação.

Receba as melhores dicas, tutoriais, acesso a lives sobre cursos online todos os dias, de graça, no seu celular.

Inscrever-me Gratuitamente!

JUNTE-SE A MAIS DE 10.000 PESSOAS

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

Confira Nossos Últimos Artigos

Veja abaixo as novidades que preparamos para você, todo dia um texto novo.